terça-feira, agosto 02, 2005

Já é hábito!

Mais uma!! Como se não bastasse, a cortiça está de novo fora da nossas mãos. Não, ainda continuamos os maiores produtores do mundo, a questão é outra, mais uma vez as alternativas da fuga ao TCA está fora da nossa alçada. Pois é, uma empresa australiana está na frente do controlo sobre os aromas a mofo transmitidos aos vinhos, que são naturalmente atribuídos às rolhas. Está empresa a ProCork (com alguma colaboração da CTCOR) desenvolveu uma membrana que regula as trocas de água, oxigénio, sabores e aromas a mofo transmitidos pelas rolhas. Esta membrana colocada na rolha, permite ainda que a evolução própria de um vinho vedado com rolha de cortiça se mantenha. Mais, melhora a variação que pode haver devido a evoluções oxidativas. No fundo, o paraíso dos vinhos... ora, se finalmente se consegue juntar o melhor vedante natural, a rolha de cortiça, sem que os factores negativos desta se possam pronunciar, estamos no EDEN... Pode ser que para nós os Tugas esta seja uma das salvações para um sector que tem passado as passas do Algarve. É pena não estarmos nós na frente destas inovações. Mas, isso já é hábito e tardam a chegar as excepções...

Sem comentários: